Datacom
30/06/2020
DmOS 5.4 e 5.6 – Funcionalidades avançadas para sua rede

Por Carlos Volpe – Product Owner

A DATACOM trabalha muito próximo de seus clientes, e através de demandas recebidas diariamente, mapeia necessidades essenciais para as diversas aplicações de redes e uso dos equipamentos. Com isso, através de seu sistema operacional multiplataformas chamado DmOS, está em constante evolução tecnológica para prover soluções avançadas que garantam as principais aplicações de grandes operadoras e provedores (ISP).

As novas versões de software DmOS trazem uma série de melhorias e funcionalidades que agregam muito valor aos produtos DATACOM. Entre os principais destaques destas versões estão os recursos de MAC/IP Profile Settings e black-hole Static Route, que foram disponibilizados na versão 5.4,e também o RSVP-TE (Resource Reservation Protocol – Traffic Engineering) que foi disponibilizado na versão 5.6.

 

DmOS 5.4

A nova funcionalidade de MAC/IP Profile settings, traz maior flexibilidade para determinadas plataformas de hardware que utilizam o DmOS, pois dependendo do posicionamento do equipamento na rede, o cliente pode selecionar através de profiles de configuração se o mesmo irá operar com uma capacidade maior na tabela MAC ou tabela de roteamento. O DmOS apresenta 3 opções para distribuição da capacidade das tabelas: o modo default, o modo extended-ip, e o modo extended-mac.

Abaixo um exemplo de configuração utilizando o equipamento DM4270. Através do comando “show forwarding-resources”, é possível visualizar os profiles disponíveis e qual está sendo utilizado:

Esta feature está disponível para as seguintes linhas de produtos:

A funcionalidade de black-hole para rotas estáticas traz maior segurança para os provedores que desejam utilizar o DmOS na borda da sua rede. Uma aplicação prática de uso se dá quando você está fazendo peering eBGP com a operadora que lhe provê o link de internet. No seu roteador de borda, você pode criar rotas estáticas dos blocos de endereços públicos apontado para o black-hole, e através do comando de configuração “network” no escopo do BGP, fazer o anúncio do bloco. Esta ação garante maior segurança da sua rede na borda, além de garantir o encaminhamento do tráfego dos clientes para o seu Sistema Autônomo (AS):

A configuração desta aplicação é bastante simples, e na sequência apresentamos um exemplo no DmOS:

Após executarmos as configurações do exemplo acima, as rotas estáticas serão instaladas em hardware com destino “black-hole”, e uma vez ativadas, os prefixos de rede especificados no comando network do BGP serão anunciados para a Internet. Todo tráfego encaminhado para o AS 65000 que combinar com a rede 192.0.2.0/22 será descartado em hardware, a menos que exista uma rota ativa mais específica na borda capaz de encaminhar o tráfego até o cliente final.

 

DmOS 5.6

Seguindo com as novidades, na versão 5.6 apresentamos a funcionalidade de RSVP-TE, baseada em MPLS (Multi-Protocol Label Switching). Este recurso tem se tornado uma ferramenta muito importante para o desenvolvimento das redes das operadoras de Telecomunicações e de Provedores de Serviços (ISP).

Conforme visto no artigo 5 motivos para usar MPLS no seu provedor, com o aumento contínuo do consumo de banda e também com a necessidade da garantia da qualidade de serviços das redes (QoS – Quality of Service e SLAs – Service Level Agreements) por parte dos provedores, a Engenharia de tráfego se torna uma forte aliada. Através dela o operador pode definir caminhos para o escoamento do tráfego (túneis) de acordo com a sua necessidade. Por padrão, o escoamento do tráfego de uma rede MPLS segue o caminho definido pelo IGP (Interior Gateway Protocol), o que faz com que parte dos recursos de uma determinada rede fiquem subutilizados.

Nas próximas semanas teremos um artigo específico sobre o RSVP-TE DATACOM, mas em resumo este recurso utiliza técnicas de Affinity Bit para a definição dos caminhos dos túneis MPLS. A utilização do Affinity Bit em conjunto com múltiplos caminhos, traz maior flexibilidade para a operação da rede e também convergência rápida em casos de falha. Além disso, é possível realizar comutação entre os caminhos através de comandos de configurações, visando por exemplo a manutenção programada da rede.

A figura a seguir demonstra um único túnel MPLS unidirecional com três caminhos possíveis:

Como dito, no DmOS o operador pode especificar diversos caminhos em sua rede através das técnicas de Affinity Bit, e após essa definição, pode fazer uso dos mesmos nos túneis conforme desejar. No exemplo abaixo, foram definidos os caminhos denominados de: Path1 (Affinity 0x1), Path2 (Affinity 0x2) e Path3 (Affinity 0x4), sendo que estes três caminhos estão sendo utilizados pelo túnel 1. Os caminhos podem ser priorizados pelo operador como segue:

Para o túnel 1, de acordo com a prioridade especificada no exemplo, o Path1 será o caminho principal utilizado pelo Túnel, e os caminhos Path2 e Path3 serão os caminhos redundantes. Caso o operador necessite fazer uma manutenção ou ampliação da rede ao longo do caminho Path1, ele pode comutar o túnel para o Path2, desabilitando o Path1:

Com esta operação, o túnel 1 realiza a comutação para o Path2. O DmOS aguarda a subida do túnel pelo novo caminho para realizar a comutação do tráfego, e com isso garante tempos de comutação da ordem de sub 50ms, ou seja, gera um impacto mínimo aos serviços associados ao túnel.

Para maiores informações sobre as novas tecnologias disponíveis no DmOS 5.4 e 5.6 entre em contato com o nosso suporte técnico.

É sempre importante lembrar que a Datacom conta com uma estrutura completa em sua matriz onde são ofertados treinamentos presenciais. No treinamento será possível manipular os equipamentos, realizar configurações de diversas topologias e cenários de aplicação em um ambiente de laboratório completo, além de poder contar com a ajuda dos nossos profissionais em uma série de boas práticas que ajudarão muito na operação de sua rede.

Acompanhe regularmente nossa Newsletter e as informações presentes no release notes do DmOS para mais detalhes sobre funcionalidades. Inscreva-se no nosso canal do Youtube, marque o recebimento de notificações e também compartilhe o link nas suas redes sociais.

Para dúvidas e solicitação de proposta, contate a equipe comercial: comercial@datacom.com.br ou (+55) 51 3933 3000. Caso tenha dúvidas sobre estas aplicações, não hesite em contatar a nossa equipe suporte.prevendas@datacom.com.br. Estamos à disposição para lhe auxiliar na escolha do produto mais adequado à sua necessidade.