Datacom
DM4E1S. Mux padrão Telebrás.
DM4E1S
Mux padrão Telebrás

Solução PDH padrão Telebrás Slim para sub-bastidor, o DM4E1S é um modem ótico com soluções para comunicações ponto-a-ponto, podendo conectar simultaneamente até 4 agregados independentes. Pode conectar até 6 tributários de até 2.048kbit/s, direcionando-os para qualquer posição nos agregados disponíveis.

Características
  • Operação ponto-a-ponto com até 4 canais de agregado independentes, reduzindo custos na implementação de sistemas centralizados e distribuídos.
  • Mapeamento de tributários flexível permitindo a configuração dos tributários em qualquer posição dentro dos agregados.
  • Padrão Telebrás Slim para sub-bastidor ou gabinete de mesa compatível.
  • Até 4 interfaces óticas, 4 tributários E1, 2 interfaces V.11(V.35 compatível) e 1 interface V.28.
  • Backup de link agregado, pode funcionar com redundância 1+1 ou com agregados independentes, conforme a aplicação (nas opções com 2 ou 4 interfaces óticas).
  • Agregado Single E1, possibilitando transmissão de um link de tributário elétrico nas interfaces óticas a 2.048kbit/s (compatível com DM705). Funciona tanto para tributário E1 como V.11/V.35.
  • Topologia de operação configurável possibilitando o uso de agregados independentes, redundância de canal (1+1), e Single E1 simultaneamente.
  • Gerência equipamentos remotos pelo link de agregado (gerência In-Band), sem interferir na transmissão de dados.
  • É compatível com o padrão de sub-bastidor Telebrás Slim, podendo ser gerenciado por cartão de gerência DMG20, terminal VT100 ou equipamento remoto, permitindo configuração, verificação de estados e ativação de testes.
  • Agregados com fibra bidirecional otimizando o uso de fibras instaladas.
  • Desligamento automático do Laser quando agregado em LOS, aumentando a segurança na instalação e manutenção dos links óticos.
  • Geração de alarmes selecionáveis por porta. Possui duas entradas para alarmes externos ao equipamento e uma saída de alarme em relé com opção NA/NF.
  • Laços para teste ativados local ou remotamente.
  • Controle de erros nos agregados, com taxa de erro, controle de perda de sincronismo e perda no canal ótico (LOS).
  • LEDs indicadores de alarme, teste e estado das tensões de alimentação.
Aplicações

Configurações

  • Configuração Padrão: Configuração com saída dos 4 E1s no DB25 de um sub-bastidor padrão Telebrás, sendo possível utilizar cabos e gabinetes já disponíveis no mercado para ter acesso aos E1s. Alarmes interno e externo disponíveis na régua de parafusos.
  • Configuração 1V: Configuração em que o DB25 disponibiliza uma V.11/V.35 com seus principais sinais, a régua do sub-bastidor disponibiliza E1 tanto nos parafusos normalmente utilizados no padrão Telebrás como nos parafusos de backup. É possível disponibilizar ainda mais duas interfaces E1 no conector DB25. Opção para alarmes interno e externo na régua de parafusos.
  • Configuração 2V: Configuração em que o DB25 disponibiliza duas V.11/V.35 com 10 fios para comunicação e 3 compartilhados para controle das duas V.11/V.35. Apenas dois E1s podem ser utilizados nesta configuração, ambos na régua de parafusos do sub-bastidor. Opção para alarmes interno e externo na régua de parafusos.
  • Para utilização de interface V.28, são usados os pinos CT105 e CT109 das interfaces V.11/V.35, que fica sem a disponibilidade destes pinos de controle. Somente para configurações 1V e 2V.
  • Possibilidade de utilizar relógio externo para recepção de dados CT128 – Somente para configuração 1V.
  • Grande variedade de opções para configurações de relógio nas interfaces V.11/V.35, como invert TX clock, CT113 unlooped CT114, CT104 controlled, CT113 e regenerado.

 

Configuração com 4 agregados independentes

 

 

Configuração de modem ótico para 2Mbit/s

 

 

Configuração de agregado com redundância 1+1

 

Configuração mista, gregado com proteção 1+1, agregado independente sem proteção e modem ótico de 2Mbit/s